Especialização

Geriatria Clínica Internacional (PUCRS/UNIVERSIDADE DO PORTO) - 2ª Edição

O conceito de saúde e de medicina comunitária para as pessoas mais idosas tornou-se uma referência para a OMS na Europa e no Mundo. A humanização dos cuidados, a promoção dos direitos das pessoas mais velhas, os cuidados antecipados e continuados, a prevenção do abandono terapêutico, de maus tratos, da subnutrição, do isolamento social e do sedentarismo tornaram-se as bases de programas de promoção da saúde e de "Bem Envelhecer". O médico que se preocupa com o doente idoso tem que ser capaz de diferenciar o envelhecimento normal do envelhecimento anormal e reconhecer as apresentações atípicas das doenças mais freqüentes nesta faixa etária. Da mesma forma, deve ser capaz de reconhecer os síndromes geriátricos e as diferenças na história natural e nos tratamentos preferenciais das doenças específicas do doente idoso.

manifestar interesse
inscrições início duração

De 01/12/2016 a 08/02/2017

Dia 07/04/2017

De 07/04/2017 a 07/04/2018

363 horas-aula ou 12 meses.

Introdução ao Curso

Parceria

Parceria entre o IGG/PUCRS - Instituto de Geriatria e Gerontologia / Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul e a FMUP - Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (Portugal).

Sobre a FMUP

A Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP) é um dos estabelecimentos de Ensino Superior da Universidade do Porto dedicado ao ensino da Medicina.

Oficialmente criada em 1911, a FMUP descende da Régia Escola de Cirurgia do Porto, instituída no ano de 1825 por D. João VI.

A FMUP leciona o curso de Mestrado Integrado em Medicina, participa no ensino dos cursos de Medicina Dentária e de Ciências Nutrição da Universidade do Porto e promove cerca de três dezenas de cursos enquadrados no âmbito da Educação Contínua que integra cursos de Especialização, de Estudos Avançados, de formação contínua (menos de 30 créditos) e uma gama alargada de Unidades de Formação individuais.

Esta instituição integra mais de três milhares de estudantes nos vários ciclos de ensino. Detém um corpo docente altamente qualificado (cerca de 70% é doutorado) e um corpo não-docente jovem e proactivo, compostos, no total, por cerca de 500 colaboradores.

A FMUP ocupa um lugar cimeiro na produção científica portuguesa e internacional, com 654 publicações originais indexadas de circulação internacional em 2015.

A FMUP partilha as instalações com o maior hospital central do Norte de Portugal – o Centro Hospitalar de São João. A colaboração de instituições hospitalares no ensino clínico do curso de Mestrado Integrado em Medicina é da maior importância para garantir as necessárias condições e qualidade no ensino médico. A FMUP integra, juntamente com o Centro Hospitalar de São João, o CUME - Centro Universitário de Medicina. Para além disso, esta Faculdade mantém protocolos de afiliação com cerca de 30 unidades de saúde.

Certificação

O médico brasileiro no final do curso poderá incluir no seu receituário e/ou cartão de apresentação que é Especialista em Geriatria Clínica pela FMUP e pela PUCRS. O curso é reconhecido no Brasil pelo MEC (Ministério da Educação e Cultura), cumprindo todas as exigências da legislação brasileira. É oportuno ressaltar que o profissional é especialista em Geriatria Clínica pelo Conselho Federal de Educação e não pelo Conselho Federal de Medicina. Para ser geriatra deve realizar uma prova junto à SBGG Nacional (Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia).

Horário das aulas

Sextas-feiras, das 14h às 18h e sábados, das 9h às 13h.

Regime de frequência

O curso realiza-se totalmente à distância (EAD) com possibilidade de:

  • Visualizar a aula em direto, através de videoconferência (75% aulas);
  • Visualizar em diferido, através da gravação da aula (25%).

Todas as aulas são gravadas e ficam disponíveis durante todo o ano letivo.

Na impossibilidade do estudante assistir à aula em direto, poderá visualizar a gravação da mesma. Esta opção implica a elaboração do resumo da aula a submeter no prazo de uma semana.

Avaliação presencial

A avaliação presencial ocorrerá no dia 20/04/2018 e poderá ser realizada nos seguintes locais: Batatais (SP); Belo Horizonte (MG); Campinas (SP); Campo Grande (MS); Chapecó (SC); Criciúma (SC); Curitiba (PR); Goiânia (GO); Jaraguá do Sul (SC); Pelotas (RS); Porto Alegre (RS); Santa Cruz do Sul (RS); Santo Ângelo (RS); São Paulo (SP); Taguatinga (DF); Uruguaiana (RS).

Objetivos

  • Capacitar médicos visando a prevenção, diagnóstico e tratamento das principais doenças que incidem na velhice;
  • Incentivar a aplicação de métodos preventivos em Geriatria;
  • Estudar aspectos clínicos, terapêuticos e sociais das patologias que se manifestam com o processo de envelhecimento;
  • Estudar fatores biopsicossociais e culturais e componentes bioéticos associados ao envelhecimento;
  • Analisar os problemas da velhice saudável e fragilizada e buscar soluções para os mesmos;
  • Identificar as necessidades individuais e coletivas da saúde do idoso, seus condicionantes e determinantes;
  • Avaliar, propor, sistematizar e gerir condutas adequadas de cuidado ao idoso, baseando-se em evidências científicas;
  • Atuar de forma a preservar e promover a autonomia e a independência dos indivíduos que envelhecem;
  • Contribuir para o envelhecimento ativo da população;
  • Integrar-se a equipes multiprofissionais atuando nas questões da velhice saudável e da velhice fragilizada;
  • Desenvolver suas atribuições com compromisso e responsabilidade social e política. Intervir na dinâmica do trabalho na área da saúde, reconhecendo-se como agente deste processo.

Público-Alvo

Ser portador de diploma de Curso Superior (obrigatório) em Medicina.

unidade promotora

Instituto de Geriatria e Gerontologia

área do curso

Ciências da Saúde

modalidade

A Distância

disciplinas
Aspectos Médicos-Sociais e Psicológicos do Envelhecimento
A disciplina se propõe a estudar as mudanças que acompanham o processo de envelhecimento do ponto de vista psicológico, sociológico, psicocomportamental, a natureza e as modalidades de adaptação do indivíduo em suas transformções e, enfim a evolução da personalidade e da saúde mental num contexto social concreto.
Fundamentos em Geriatria
Os objetivos da disciplina são fundamentar a atuação do geriatra na apropriação crítica dos conceitos geriátricos. Refletir sobre a interdisciplinaridade e multiprofissionalidade na Geriatria. Estuda os conceitos básicos que envolvem a geriatria. A anamnese geriátrica, as intervenções antienvelhecimento, o diagnóstico diferencial em geriatria e as principais queixas do idoso são discutidas nesta disciplina.
Bioética em Geriatria e Gerontologia e Medicinas Complementares
Esta disciplina tem por objetivo estudar as questões éticas relativas ao processo de envelhecimento. Abordará temas como autonomia e tomada de decisão, relações familiares, pesquisas envolvendo idoso, aspectos bioéticos referentes ao fim da vida humana. Bem como se propõe ao estudo de noções de acupuntura, homeopatia e fitoterapia e suas aplicações no processo de envelhecimento.
Bases dos cuidados Geriátricos
A disciplina se propõe a fazer uma bordagem multidisciplinar que visa melhorar a qualidade de vida no idoso e de sua família.
Geriatria Preventiva
A disciplina trata sobre o estudo da prevenção das doenças Geriátricas. São estudados os níveis de prevenção, seus objetivos, técnicas e métodos. Tem como principal objetivo fazer com que o aluno aplique a geriatria preventiva a nível ambulatorial, hospitalar e domiciliar bem detectar precocemente as doenças geriátricas mais comuns.
Doenças Oncológicas e Farmacologia Clínica no Idosos
A disciplina visa a estudar as principais doenças oncológicas que ocorrem no idoso. Especial atenção será dada ao ensino da prevenção dos principais tumores malignos que ocorrem na velhice. Introdução ao estudo de características farmacocinéticas e farmacodinâmicas dos medicamentos comumente prescritos aos idosos e alterações nesses parâmetros provocados pelo processo de envelhecimento.
Seminários Avançados e Prática em Pesquisa
A disciplina objetiva a reflexão crítica sobre o método científico e sua utilização prática no desenvolvimento da pesquisa. Desenvolve, de forma prática, os conceitos de epidemiologia clínica e bioestatística, através da sua utilização nos projetos de pesquisa desenvolvidos pelos alunos da pós-graduação Permite a discussão exaustiva dos métodos utilizados por cada aluno no seu projeto de pesquisa, além do desenvolvimento prático dos softwares utilizados para elaboração de banco de dados e análise estatística. Os seminários avançados têm a responsabilidade de oferecer uma seqüência consistente de conteúdos que abranjam a discussão de temas sobre o envelhecimento sob a égide de diferentes áreas do conhecimento. Reflexão crítica sobre o significado da Gerontologia e suas repercussões na definição do ensino e da aprendizagem no processos de envelhecimento.
Envelhecimento e Saúde Pública
A disciplina estuda a importancia e a necessidade de formular e instrumentalizar politicas públicas com ações intersetoriais que enfatizem a saúde integralmente e que preparem a sociedade para esta realidade. Se preocupa com a promoção de um estado de saúde dos indivíduos idosos com a finalidade de alcançar a máxima expectativa de vida, ativa e de qualidade, junto à família e a comunidade, mantendo a capacidade funcional para assegurar a autonomia e a independência.
Doenças da Pele e dos Órgãos dos Sentidos
A disciplina se propõe ao estudo das alterações fisiológicas do envelhecimento cutâneo bem como da prevenção e do diagnóstico das principais patologias da pela do indivíduo idoso. As alterações nos orgãos dos sentidos principalmente visão audição e olfato serão discutidas com objetivo de contribuir para um envelhecimento com uma boa acuidade visual e auditiva.
Doenças cardiovasculares
A disciplina visa a abordar as principais doenças cardíacas que incidem nos indivíduos idosos. Ênfase especial às suas prevenções.
Doenças Respiratórias e Hipertensão Arterial no Idoso
A disciplina visa a abordar as principais doenças respiratórias que incidem no individuo que envelhece. Também serão abordados aspectos preventivos das doenças respiratórias. A disciplina se propõe ainda ao estudo da prevenção, diagnóstico precoce e tratamento da hipertensão arterial do idoso.
Doenças Gastrointestinais
A disciplina aborda as doenças do aparelho digestivo dos idosos bem como promove suas prevenções.
Doenças Psiquiátricas
A disciplina aborda a problemática do processo do envelhecimento enquanto um fenômeno social e suas conseqüências psicológicas. Estuda também as principais doenças psiquiátricas que a cometem os idosos.
Doenças Ginecológicas e Hematológicas
È o estudo das principais doenças ginecológicas que acometem os idosos. Ressalta a importância das suas prevenções, principalmente dos tumores de mama e de útero. Bem como as principais doenças hematológicas que ocorrem no idoso. Tem como objetivo observar as alterações do sistema hematopoiético causadas pelo envelhecimento bem como diagnosticar, prevenir e tratar as principais neoplasias hematológicas.
Doenças Neurológicas
A disciplina aborda os transtornos neurodegenerativos mais comuns que a cometem os idosos. Tem como principal objetivo analisar os distúrbios cognitivos comuns em idosos ,e em especial as demências, a doença de Parkinson e o acidente vascular cerebral.
Doenças Renais e Trato Urinário
Estuda as principais doenças urológicas que ocorrem nos indivíduos que envelhecem. Visa a prevenir, diagnosticar precocemente e tratar adequadamente as principais doenças urológicas que incide no idoso. A disciplina também estuda as principais doenças nefrológicas idoso com ênfase também nas suas prevenções.
Doenças Musculo Esqueléticas
A disciplina estuda as principais doenças ortopédicas e reumáticas que incidem nos indivíduos idosos. Ressalta a importância de medidas preventivas e aspectos relacionados à reabilitação.
Emergências no Idoso
A disciplina se propõe a preparar médicoscom competências necessárias para o cuidado em urgência e emergência ao idoso com qualidade ética, eficiência e segurança. Especial atenção será dada às emergências cardiológicas, repiratórias, neurológicas e traumatológicas.
Doenças Infecciosas, Metabólicas e Endócrinas
Estuda as principais doenças infecciosas que ocorrem no idoso. Destaca a importância da prevenção principalmente das infecções respiratórias e urinárias. Também tem como objetivo a prevenção, o diagnóstico precoce e o tratamento das principais doenças endocrinológicas que acometem os idosos. Frisa a importância principalmente da obesidade, sindrome metabólica, dislipidemias, diabete e doenças da tireoide.
Cuidados Paliativos
A disciplina tem como objetivos identificar, avaliar e elaborar estratégias para melhorar a capacidade de decisão, reduzir a frequência do uso de suporte mecânico, minimizar a dor e evitar o prolongamento do processo do morrer em unidades de tratamento intensivo. Estuda Também a relação entra as doenças crônicas e os fatores desencadeadores da descompensação clinica e o papel que a unidade de tratamento intensivo poderá desempenhar nesses casos.
Temas e debates em Geriatria
A disciplina se propõe à discussão de casos clínicos comuns aos pacientes geriátricos.
Nutrição no Envelhecimento
Fornecer aos estudantes conceitos elementares da avaliação do estado e tratamento nutricional associada ao envelhecimento, bem como a forma correta de acompanhar o idoso.
Orientação de trabalho de conclusão de curso - TCC
A disciplina visa a orientar os alunos em relação aos temas escolhidos para realização do trabalho de conclusão.

Trabalho de Conclusão de Curso - TCC

O TCC poderá ser concluído no prazo máximo de até 6 meses após a realização das disciplinas. Os horários de orientação serão definidos por cada Unidade Acadêmica.

Coordenador

  • Prof. Dr. Newton Luiz Terra
  • Prof. Dr. Ovídio Costa

PARCELA VALORES DA MENSALIDADE DATA PARA PAGAMENTO
1ª parcela 500€ Pagamento no ato da matrícula
2ª parcela 500€ Até 30/06/2017
3ª parcela 500€ Até 30/10/2017
4ª parcela 500€ Até 30/12/2017
5ª parcela 500€ Até 28/02/2018
Custo total 2.500€
período local horário

De 08/03/2017 a 24/03/2017

Faculdade de Medicina do Porto Alameda Prof. Hernâni Monteiro, 4200-319, Porto - Portugal e-mail: carlapinto@med.up.pt telef: (+351) 22 04 26956